Saiba distinguir pessoas construtivas e destrutivas de sua vida

pessoas construtivas e destrutivas

Na vida estamos sujeitos a passar por altos e baixos, muitos deles podem ser causados pela forma que as pessoas afetam nossa vida. Podemos classificar as pessoas em dois tipos, as pessoas que são construtivas, aquelas que agregam valor em sua vida e as pessoas destrutivas, aquelas que mesmo sem parecer, não agregam nada de bom para o seu sucesso.
É muito importante para sua vida conseguir diferenciar cada tipo de pessoa, para assim entender o que está causando o alto e baixo de sua vida. A primeira forma de diferenciá-las é entender com quais intenções as pessoas trabalham, as pessoas construtivas são aquelas bem-intencionadas que trabalham com o intuito de ajudar o próximo e melhorar as condições do trabalho executado, já as pessoas destrutivas são mal-intencionadas e trabalham de maneira individualista, agem para “manter os outros para baixo”.
Na sociedade temos a visão de que as pessoas são boas ou más e essa característica é condicionada pela personalidade e atitudes, por isso conseguimos distingui-las. O ser humano por si só tem uma grande dificuldade de diferenciar o caráter das pessoas que o cercam, por isso é preciso considerar algumas atitudes específicas para ficar mais fácil de diferenciá-las.
Você se lembra de alguém que só de pensar em ajudar os outros já entra em desespero? Ou então, alguém que está sempre disposto a ajudar?
Há padrões de comportamento tanto para pessoas construtivas como para pessoas destrutivas. Esses são os comportamentos dominantes, mas as pessoas podem tentar reprimi-los, como tentar construir coisas ou tentar destruir as coisas oprimindo intenção, até que ela fique inativa.
Por que as pessoas são destrutivas?
As pessoas destrutivas não são malévolas por natureza, elas apenas estão dedicadas a realizar más ações por conta de experiências passadas que alteraram sua personalidade para agir desta forma.
É possível que uma pessoa destrutiva se torne construtiva e vice-versa?
Caso uma pessoa bem-intencionada passe por uma experiência inesperada e não reparadora, as alterações mentais que ocorrem podem ser violentas a ponto de torna-la malévola.
São as experiências passadas que determinam as atitudes presentes de cada um. Assim, com o acúmulo de experiências negativas, uma pessoa construtiva começa a ter um comportamento destrutivo e, para que tenha um comportamento construtivo novamente é preciso que esta pessoa tenha contato com novas informações para alívio da dor conseguida pelas experiências passadas.
O que essas experiências podem causar nas pessoas?
As experiências que mudam o comportamento das pessoas podem vir acompanhadas de doenças e morte prematura, é importante entender que o tratamento de choque não é uma solução já que a pessoa acaba sendo retirada do seu tempo e colocada no passado que lhe causou a experiência dolorosa.
Encontre mais informações no curso “Superando os Altos e Baixos na Vida”!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *